Sistema VRF

Sistema VRF – o que é?

O VRF é classificado como um sistema central em que o conjunto de unidades de tratamento de ar de expansão direta, geralmente instaladas dentro do ambiente a que servem(designadas unidades internas ou evaporadoras), cada uma operada e controlada independentemente das demais, é suprido em fluido refrigerante líquido em vazão variável(VRF)por uma unidade condensadora central, instalada externamente(designada unidade externa ou condensadora).

Esse sistema é comparado ao split convencional, pois ambos possuem expansão direta e contam com unidade condensadora e evaporadora. Porém são sistemas que possuem limitações bem diferentes. Enquanto o VRF pode possuir várias unidades evaporadoras conectadas a uma condensadora e a tubulação frigorígena uma distância muito maior, o split trabalha apenas na relação 1 para 1, ou seja uma condensadora para uma evaporadora e uma distância limitada de tubulação.

 

Possibilidade de até 1.000 m de extensão total, desde que não ultrapasse o número de unidades evaporadoras recomendadas e a carga máxima de gás refrigerante especificada.
* Possibilidade de comprimento de tubulação estendido, de acordo com as especificações do fabricante.

 

Economia de energia de aproximadamente 46% em relação aos splits convencionais(com a automação inclusa).

 

 

 

 

Compressor Inverter: Usando corrente contínua, há melhora de desempenho em cerca de 30-40 Hz no qual o tempo de operação do compressor de frequência variável é maior. Além disso, para suprir a interferência de ruído eletromagnético e conseguir um baixo ruído, o rotor foi dividido em dois e o polo elétrico deslocado. Esta nova tecnologia melhora a compensação na faixa intermediária resultando em economia de energia.

 

 

 

 

 

O sistema VRF trabalha com gás refrigerante R-410-A, ecologicamente correto